ANAPP Informa: Esclarecimento COVID19

COVID-19 ANAPP

ANAPP Informa: Esclarecimento da ANAPP às Empresas e Profissionais do Setor de Piscinas

Doença respiratória COVID – 19, provocada pelo novo coronavírus.

 

Prezados Associados,

Sobre a COVID-19, a Revista ANAPP entrevistou na data de 05 de março o Dr. Marcos Antonio Cyrillo, Diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia e Médico Infectologista do Hospital IGESP. 

 

1 - Frequentar piscinas neste momento em que se propaga o coronavírus, torna-se muito mais alto o risco de contaminação em piscinas ou, na verdade, apenas devem ser intensificados os cuidados sanitários já praticados pelos parques aquáticos, academias de natação, clubes, hotéis e condomínio com piscina?

 

Dr. Marcos A. Cyrillo: Os cuidados praticados atualmente são adequados na prevenção do coronavírus, e sabemos da possibilidade de ele ter transmissão por fezes.

 

2 – Quais as recomendações para as pessoas / banhistas que frequentam piscinas?

 

Dr. Marcos A. Cyrillo: As pessoas devem avaliar as condições de higiene dos locais e adotar medidas de proteção, não frequentando as piscinas caso apresentem doenças respiratórias, gastrointestinais ou de pele. Devem adotar bons hábitos de higiene, utilizar a etiqueta da tosse, levar uma vida saudável para manter a imunidade (alimentação adequada, não fumar, dormir adequadamente, beber água regularmente, não ingerir álcool em excesso)

 

3 – Quais as recomendações para clubes, parques aquáticos, academias de natação, clubes, hotéis e condomínios com piscina?

 

Dr. Marcos A. Cyrillo: Os clubes devem realizar exames médicos periódicos, pessoas com sintomas respiratórios ou lesões de pele devem ser orientadas a procurar atendimento médico antes de frequentar as piscinas, o controle da água e da cloração devem ser realizados de acordo com a legislação e os textos técnicos das empresas do ramo. Essas regras devem ser aplicadas a todos os locais que têm piscina, independente da sua característica.

 

4 – Uma piscina com água tratada adequadamente, com concentração de residual de cloro entre 1 e 3 ppm, pode ser considerada imune ao coronavírus? 

 

Dr. Marcos A. Cyrillo: Sim, pois o coronavirús, é um vírus envelopado, não sendo resistente aos desinfetantes clorados, desta forma a utilização correta destes compostos eliminará o coronavirús do meio ambiente.

 

Ressaltamos a importância do acompanhamento diário das recomendações do Ministério da Saúde e de medidas determinadas para sua cidade.

 

Fonte: ANAPP